Histórias
de Impacto

terça, 10.03.2020

Financiamento coletivo leva cultura a vila no litoral da Bahia

Por Karina Sérgio Gomes

Fotografia: Divulgação/Centro Cultural da Vila do Saleiro
Fotografia: Divulgação/Centro Cultural da Vila do Saleiro

A região da Península de Maraú, na Bahia, guarda ainda uma natureza intocada que tem atraído cada vez mais turistas em busca de suas praias desertas, lagoas de águas cristalinas e manguezais.

Nesse paraíso está a Vila do Saleiro, onde vive boa parte dos trabalhadores das pousadas da região, entre elas a de Isney Giuliano, que também é fundadora do Instituto Promar de Desenvolvimento Sustentável de Maraú. "Na vila, só existiam bares. Não havia uma praça onde os moradores pudessem se reunir", conta. "Estamos numa região que tem muita natureza, mas em que não existia cultura."

Para mudar essa realidade, Isney inscreveu o projeto de construção do Centro Cultural da Vila do Saleiro em um programa de financiamento da Garupa, organização social de São Paulo que ajuda a realizar iniciativas de turismo sustentável.

A meta era arrecadar aproximadamente R$ 23 mil, mas o valor atingiu mais que o dobro: R$ 52.481, o que financiou a construção da estrutura do centro cultural, inaugurado em 2016. Em parceria com a prefeitura, o espaço oferece aulas de música, capoeira e outras modalidades, encontros da terceira idade, campanhas de saúde, festas. "Aqui era uma região meio malvista, considerada perigosa. Depois do centro cultural, viramos referência", revela Isney.

E o espaço também tem modificado a vida dos jovens da vila, como a de Carlos Fhilippi Vilas Boas, de 17 anos. Antes, quando Carlos saia da escola, não havia nenhuma atividade para fazer. Assim que o centro cultural foi aberto, ele começou a frequentar as aulas de música e de karatê. "Eu passei a ter uma vivência cultural maior e mais interesse por música - cheguei a ser assistente dos professores. Nas aulas de karatê, me ensinaram, além da luta, a ser um bom cidadão", conta.

E a Garupa, o que é mesmo?

Criada em 2012, é a primeira plataforma do Brasil dedicada ao financiamento coletivo de projetos voltados ao turismo sustentável - pequenos empreendedores que prezam pela natureza, economia e qualidade de vida locais. Desde o lançamento, 11 iniciativas concluíram suas campanhas com sucesso no site, arrecadando mais de R$ 280 mil que agora beneficiam mais de 820 comunitários.

"Aqui era uma região meio malvista, considerada perigosa. Depois do centro cultural, viramos referência."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto