Histórias
de Impacto

quarta, 30.10.2019

Projeto Vá de Bike incentiva o transporte seguro com bicicletas e transforma a cidade

Por Romy Aikawa

Fotografia: Ivson Miranda
Fotografia: Ivson Miranda

Quando passou a usar a bicicleta como transporte diário até o trabalho, em 2002, William Cruz, de 46 anos, morador de São Paulo, ficou indignado com o tratamento que recebia dos motoristas. "Parecia que eu estava fazendo algo de errado. Respeito era exceção", diz.

Para se certificar do direito de circular de bike com segurança, ele, então, consultou a legislação e constatou que algumas das agressões que sofreu podiam ser classificadas como crimes de trânsito. Foi o que o levou a compartilhar dicas de conduta segura para ciclistas em um blog pessoal.

Com o tempo, o blog começou a reunir também informações sobre mobilidade por bicicleta, eventos e ações do cicloativismo, e se transformou no projeto Vá de Bike, que, além de atualmente ser um site considerado referência nacional no assunto, reúne palestras, cursos e sugestões de passeios e outras atividades.

William diz que há muito cuidado em embasar todo o conteúdo em pesquisas, números do segmento e experiências internacionais. Isso não só contribui para que a imprensa e a sociedade enxerguem os acontecimentos sob a ótica de quem utiliza a bicicleta, como também influencia o poder público em decisões como a liberação do transporte de bikes em trens e no Metrô, a construção da ciclovia da Marginal Pinheiros, uma das principais vias da capital paulista, e a criação das ciclofaixas de lazer na cidade. "Para chegar à mesa de negociação, alguém precisa abrir o caminho. E é o que temos feito", conclui.

"Para chegar à mesa de negociação, alguém precisa abrir o caminho. E é o que temos feito! "

Histórias relacionadas

 voltar para impacto