Instituto Maria da Penha

O IMP atua na prevenção da violência doméstica e familiar contra as mulheres por meio de cursos em escolas, empresas e junto a comunidades em áreas de vulnerabilidade social. O papel do instituto é estimular e contribuir para a aplicação integral da Lei nº 11.340/2006.

ODS adotados pela organização

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) integram a agenda socioambiental da Organização das Nações Unidas (ONU). São 17 temas humanitários que devem servir como prioridade nas políticas públicas internacionais até 2030. A meta é que todos os Países-membros da ONU implementem os 17 objetivos.

O que já realizaram até agora

Desde 2010, o IMP realiza o projeto Defensoras e Defensores dos Direitos à Cidadania (DDDC). O projeto, que é executado a título de voluntariado, já formou mais de 900 pessoas e impactou, indiretamente, cerca de 4.500. Além disso, o instituto desenvolveu a Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher). A pesquisa, que acompanha 10 mil mulheres em 4 ondas (2016, 2017, 2019 e 2021), contribui com a geração de dados estatísticos sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher. 

Outros dois projetos desenvolvidos pelo IMP são a Lei Maria da Penha em Cordel nas Escolas do Ceará, que já atingiu a marca de 50 mil alunos impactados, e o Projeto Contexto que consiste em tornar a educação contextualizada, metodologia de ensino desenvolvida pela Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (RESAB), uma política pública para 21 municípios do interior do Ceará . As ações do Projeto Contexto já alcançaram 134 escolas públicas municipais, impactando a vida de cerca de 20 mil estudantes e mais de 1.500 professores e professoras, além dos Conselhos Municipais dos Direitos da Mulher, Conselhos Municipais de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e os Conselhos Municipais de Educação.

Próximos passos

Com mais apoio, o IMP pretende investir nas seguintes ações:

Defensoras e Defensores dos Direitos à Cidadania (DDDC): projeto que tem como objetivo a promoção de mudanças na atitude de cidadãos e cidadãs diante da questão da violência praticada contra a mulher;
Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher): o IMP pretende investir na quarta onda da pesquisa que tem como objetivo a criação de um banco de indicadores estatísticos sobre a violência de gênero no Brasil; 
Projeto Lei Maria da Penha em Cordel nas Escolas: visa sensibilizar crianças de escolas públicas sobre os fundamentos da lei e os conceitos dos tipos de violência doméstica por meio do instrumento lúdico-pedagógico da literatura de cordel e da música;
Workshop nas Empresas: curso ofertado para as empresas sobre o enfrentamento à violência doméstica e familiar.

Além disso, a organização pretende investir em palestras e cursos para mulheres em situação de vulnerabilidade.

Conquistas

Prêmio Marco Maciel 2021 na categoria Protagonismo Feminino, concedido pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig). O prêmio foi concedido pelo projeto As Penhas, que oferece atendimento online às mulheres em situação de violência.

"Eu nunca imaginei que a minha luta chegasse aonde chegou. Foram 19 anos e 6 meses de luta para ver o meu agressor punido. Mas ao final, a vitória não foi somente minha, mas de todas as mulheres do meu país, pois hoje contamos com uma lei que veio para resgatar a dignidade da mulher brasileira."

Maria da Penha
Fundadora e Presidente

Orçamento anual

R$ 21.795

Contato da ONG

voltar para impacto