Histórias
de Impacto

domingo, 01.11.2020

Pedro recuperou sua alegria e voltou a sorrir graças à Turma do Bem

Por Laura Guerra

Fotografia: acervo pessoal
Fotografia: acervo pessoal

Aos 12 anos, Pedro Gabriel Lopes estava brincando com uma de suas irmãs quando escorregou e bateu a boca no chão, quebrando os dois dentes da frente. Sua mãe, Antonieta Lopes da Silva, de 40 anos, não tinha condições de pagar por um tratamento adequado. "Eu sentia vergonha de sair e ir à escola, pois precisaria conversar com as pessoas e sorrir", conta Pedro. 

Quase dois anos depois, uma professora da escola notou o seu sofrimento e sugeriu que Pedro participasse de uma triagem da Turma do Bem. Ele foi selecionado e acompanhado por duas dentistas. Uma delas realizou a limpeza bucal, a remoção de cáries e o tratamento de canal. Outra fez a reabilitação dos dois dentes da frente, colocando pinos e confeccionando coroas dentárias. "Sou grato, de coração, por isso", diz Pedro.

Hoje, aos 16 anos, ele comemora a recuperação de sua autoestima. "Converso com os outros sem receios", comenta. Seu maior sentimento pela Turma do Bem é o de carinho: "Graças a eles, sou uma pessoa mais alegre". Agora, Pedro pretende continuar seus estudos e, depois, arranjar um emprego e ajudar sua família. 

"Eu sentia vergonha de sair e ir à escola, pois precisaria conversar com as pessoas e sorrir."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto