Histórias
de Impacto

sexta, 01.11.2019

Motivação e tratamento multidisciplinar permitiram que Rafael sonhasse com uma profissão

Por Redação/Editora MOL

Comunicação/Casa do Menino Jesus de Praga
Comunicação/Casa do Menino Jesus de Praga

Rafael Silva tinha 7 anos quando chegou à Casa do Menino Jesus de Praga, que acolhe crianças e adolescentes com paralisia cerebral, em Porto Alegre. Lá, viram que ele respondia bem a estímulos e decidiram incluí-lo em um projeto de comunicação alternativa. Hoje, com um notebook e um software especial, Rafael pode curtir seus jogos e escrever. Seu desejo é entrar em uma escola profissionalizante.

A Casa do Menino Jesus de Praga nasceu em janeiro de 1984, quando o jornalista Fabio Rocco e amigos deram vida ao sonho de criar uma instituição para amparar crianças com deficiências na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Desde então, a missão da ONG é oferecer serviços especializados e promover a qualidade de vida dos seus beneficiários. A Casa do Menino Jesus de Praga foi uma das 10 organizações contempladas pelo 1º Edital CUIDAR+ Revista Sorria. Com os recursos da parceria, conseguiu comprar equipamentos como cadeiras de rodas, medidores hospitalares e curativos especiais. Além disso, custeou sessões de fisioterapia para 34 pessoas.

"Hoje, com um notebook e um software especial, Rafael pode curtir seus jogos e escrever."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto