Histórias
de Impacto

sexta, 01.02.2019

"Estou me sentindo ótimo, e até mais bonito", diz jovem após tratamento na TdB

Por Daniela Arcanjo

Fotografia: Déborah Moreno
Fotografia: Déborah Moreno

No final de agosto, Paulo Henrique, de 12 anos, jogava bola com amigos na Associação Crista de Mocos (ACM) de São Paulo, depois de ter passado a manhã fazendo atividades na instituição. Durante a brincadeira, foi empurrado por um colega, caiu e quebrou dois dentes da frente. Além dos cuidados que o caso demandava, o incidente produziu reflexos na autoestima do garoto, que tinha vergonha de sorrir.

Como contratar um dentista particular estava fora do orçamento da família, a diretora da ACM indicou ao pai do menino, Rivaldo Macário de Araújo, de 42 anos, os serviços da Turma do Bem. Durante o tratamento, Paulo precisou fazer canal em um dos dentes quebrados e restaurações. Em dois meses, ele já estava com o sorriso de volta. Rivaldo conta que ele e o filho foram carinhosamente acolhidos pelos profissionais da ONG: "Nunca fui tão bem tratado na minha vida", diz. O menino também e só elogios: "Hoje, estou me sentindo ótimo, e até mais bonito", conta Paulo.

"Nunca fui tão bem tratado na minha vida!"

Histórias relacionadas

 voltar para impacto