Histórias
de Impacto

terça, 01.08.2017

Apolônia do Bem: projeto devolve o sorriso a mulheres vítimas de violência

Por Heloísa Iaconis

Fotografia: Déborah Moreno
Fotografia: Déborah Moreno

Conta-se que Apolônia, santa católica e ortodoxa padroeira dos dentistas, morreu numa sessão de tortura em que teve os dentes quebrados, ao resistir à perseguição contra os cristãos no século 3, no Egito. A história inspirou o nome do projeto da Turma do Bem que oferece tratamento odontológico gratuito a mulheres vítimas de violência, o Apolônia do Bem.

Daniella Castro, de 31 anos, de São Paulo, é uma das beneficiadas. Por ser transexual, ela já sofreu mais de uma agressão. A mais grave aconteceu aos 19 anos: espancada na rua por um grupo de homens, teve o maxilar quebrado e perdeu vários dentes. Foi operada, mas ficou com sequelas. Viveu assim por uma década, até passar por uma triagem no Centro de Referência da Diversidade da prefeitura de São Paulo.

Hoje, sua arcada superior já está completa, e a inferior segue em tratamento. Com mais saúde e autoestima, voltou a estudar - está cursando o ensino médio. Ao contrário do mito antigo, Daniella reviveu, e sente-se radiante com seu novo sorriso.

"Ao contrário do mito antigo, Daniella reviveu, e sente-se radiante com seu novo sorriso."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto