Histórias
de Impacto

sexta, 01.02.2019

Obra do Berço aposta no apoio multidisciplinar para o desenvolvimento das crianças

Por Daniela Arcanjo

Fotografia: Déborah Moreno
Fotografia: Déborah Moreno

Eleni Evangelista, de 44 anos, sempre ouviu falar bem da Obra do Berço. Quando decidiu visitar o espaço, em 2015, encantou-se com o profissionalismo e a gentileza dos funcionários e matriculou ali o filho, Victor Gabriel, de 4 anos. O menino, a época com 1 ano, tinha dificuldade de socialização, conta Edmea da Conceição Marques, diretora do Centro de Educação Infantil da instituição. Caso a questão não fosse trabalhada, poderia tornar-se um problema na idade adulta. Eleni concorda: "Ele se apegava muito a uma pessoa só", diz. "Além disso, desde pequeno, sempre se mostrou bastante irritado."

Victor foi encaminhado a um psicólogo e a um fonoaudiólogo, que o atendem até hoje. As atividades coletivas na creche e o apoio da equipe foram essenciais para o amadurecimento do garoto. "Foi aqui que ele largou a chupeta, parou de usar fraldas e conseguiu autonomia para guardar suas roupinhas e ir ao banheiro sozinho", diz Eleni. "Hoje, o Victor já sabe até escrever o nome dele."

"Hoje, o Victor já sabe até escrever o nome dele."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto