Histórias
de Impacto

domingo, 01.03.2020

Mãe e filho recebem no GRAACC suporte para enfrentar câncer e recomeçar

Por Laura Guerra

Fotografia: Déborah Moreno
Fotografia: Déborah Moreno

Após exames revelarem que seu filho Evandro, de 4 anos, tinha um câncer no abdômen, Andressa Oliveira, de 27, buscou atendimento no Hospital do GRAACC, em São Paulo. "Foi maravilhoso, sempre fizeram o melhor para nós. Tivemos toda a assistência necessária em um só lugar", afirma. Moradores de Santos, a cerca de 80 km da capital paulista, ela e o menino iam ao hospital pelo menos uma vez por semana, para sessões de quimioterapia e radioterapia. Graças ao tratamento, que durou um ano, a remoção do tumor com cirurgia não foi necessária. 

"É um hospital diferente", conta Andressa, sobre o GRAACC. Nos dias de consulta e tratamento, ela e o filho passavam horas no Espaço Família, onde podiam fazer refeições e descansar. Mas o lugar preferido de Evandro era a brinquedoteca, onde se divertia com as outras crianças - seus amigos, como se acostumou a dizer. O menino também fez consultas odontológicas e teve acesso ao apoio psicológico e ao nutricionista do hospital.

Fotografia: Déborah Moreno



Além da estrutura, Andressa destaca o acolhimento que recebeu da equipe do GRAACC. "Todos foram espetaculares. Os médicos, voluntários, enfermeiras.", diz. No momento de tomar a medicação, por exemplo, os profissionais brincavam com Evandro, deixando o processo mais leve. A última sessão de quimioterapia do menino foi no final de 2019.

Hoje com 5 anos, Evandro é muito alegre, adora correr e jogar bola. No início de 2020, a família se mudou para Praia Grande, no litoral paulista, e Evandro vai retornar à escola. "É um recomeço para nós", diz Andressa.

"Foi maravilhoso, sempre fizeram o melhor para nós. Tivemos toda a assistência necessária em um só lugar."

Histórias relacionadas

 voltar para impacto